CA E EVE

CA E EVE
PAPAI E MAMÃE

quinta-feira, 10 de abril de 2014

mais uma etapa vencida- banheiro

ola amores
vim como sempre correndo para lhes contar que a bonequinhaaqui venceu maifskk uma etapa, a fralda de dia ja nao ex     iste...oba!!!!!!
foi muito dificil tirar, um longo processo. no fim do ano passado fui 'obrigada' pela escolinha de iniciar esse ano letivo sema fralda da bia. 
planejamos ,tirar alguns dias de folga, seria a oportunidade certa de tirar. e la fomos nos, mas como sempre o inesperado aconteceu, uma amiga catia quase perde o bb e a vida, e como amiga tinha q ajuda-la, graça a Deus o bb e ela estão bem. mas meus planos foram frustados devido as circunstancias.
la vai eu me sentir culpada com medo do que poderia acontecer, tentei por diversas vezes tirar, mas depois de 3 longos meses confesso que desisti, foi doloroso ver a boneca fazer xixi no chao por ciumes do novo bb.
mas depois de 5 meses essa vitiria aconteceu... e por acaso, um dia depois de iniciar o ano letivo, resolvi mandar ela de calcinha, e para minha surpresa a bia evoluiu,.
glorias sejam dadas ao Senhor

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

A magia dos trenzinhos de brinquedo

Quando você está em uma loja de brinquedos com seu filho, os trens elétricos podem parecer só
mais um brinquedo. O que muitos pais podem não perceber é que eles não são brinquedos isolados,
ou seja, eles se encaixam e funcionam bem com outros jogos e brincadeiras que seus pequenos
gostam de fazer.
Além de serem brinquedos de montar, o que permite que a criatividade de seus pequenos flua bem,
eles funcionam à base de pilhas e se movem sem a necessidade da tração humana. Montar as trilhas
por onde o trenzinho passará pode não ser uma atividade de múltiplas combinações como os jogos
de Lego, mas ela serve de composição para muitas outras brincadeiras. Como as crianças sabem
ou vem a aprender, quase todas as cidades possuem uma estação de trem (ainda que desativada)
e os trilhos de malha ferroviária ajudam a delimitar um cenário em que a criança pode montar sua
própria cidade. Com a adição de outros brinquedos como legos, playmobil, bonecas, casinhas, etc,
você pode incentivar seu filho a construir sua própria cidade, utilizando vários de seus brinquedos e
o trenzinho como base.
Existe uma grande variedade de preços, assim como variações no tamanho e número de peças. É
importante, portanto, fazer uma busca na internet, onde se pode encontrar preços melhores. É
possível encontrar trenzinhos de montar da marca LEGO que custam um pouco mais de 500 libras.
Se a marca não é um dos quesitos mais importantes, há alguns fatores que podem influenciar sua
escolha:
• Trens da “Mattel”: Esta marca oferece modelos para crianças a partir de 3 anos. As partes
são feitas de plástico, leves e de cores variadas. Eles possuem modelos diferentes para atrair
todos os gostos e os kits já vem prontos para serem montados, exceto pelas pilhas que
precisam ser compradas para que a locomotiva funcione sozinha. Os mais baratos custam
em torno de 150 reais.
• Ferroramas: Os famosos trens “Ferrorama”, que divertiram as crianças nos anos 80 e 90 são
peças que imitam muito bem os trens de verdade. Os brinquedos são muito realistas e com
detalhes magníficos. Infelizmente, não é tão fácil encontrá-los para comprar hoje em dia,
mas ainda é possível conseguir alguns em ótimo estado em sites como “mercado livre” e
“ebay”.
Em resumo, se seus pequenos estão cansados de brinquedos que têm pouca utilidade ou dos que
são apenas modismos passageiros, invista em um kit de trenzinho elétrico. Há inúmeras formas de
brincar com eles e as crianças poderão usar sua imaginação todo o tempo.
E aí, o que vocês mães e seus filhos acham de brincar com trenzinhos elétricos?

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Novas parcerias e um sorteio

Olá meus amores
Logo estarei com novidades em meu blog, novas percerias e um sorteio bem legal
bjinhos

Parto Humanizado

Ola meus amores.

Vim compartilhar com vocês um pouco sobre um assunto que interresa a todas as mamães e futuras mamães, o tão terrivel e ao mesmo tempo maravilhoso momento do parto.
Sou a favor do parto humazinado, apesar de ter feito uma cesáriana por opção e por não ter passagem.
Meu parto foi muito interressante porque apesar de ter sido cesáriana vi que foi um parto mais humanizado que o normal. Pude sair da sala de cirurgia com a Bia em meus pés, me lembro de ter perguntado: "onde está minha filha?" falaram: "nos seus pés", naquele momento minhas pernas ainda estavam anestesiadas. Fiquei de recuperação no quarto mesmo com a Bia junto e para finalizar a humanização, assim que sai da cirurgia e fui pro quarto, logo vieram as enfermeiras e colocaram a princesinha pra mamar... Um sonho, ela pegou certinho... Posso dizer que apesar de ter feito uma cesária ela foi humanizada.

Vou compartilhar com vocês um texto falando sobre o assunto.

O Parto Humanizado

O parto pode parecer para muitas mães uma coisa assustadora. Um bicho de sete cabeças que é necessário passar para poder realizar o sonho de ter um filho. Muitas mães preferem estar o mais distante possível de tudo que envolve um parto. Por isso elas marcam a data com o obstetra, tomam a peridural e fazem a cesariana com um pano bem grande entre ela e a barriga, para não terem nem que ver. Éde se entender, já que vivemos em uma sociedade onde as grávidas são assombradas com histórias de terror sobre partos complicadíssimos.
Mas no meio de tudo isso vemos surgir um outro movimento. O movimento de mães e doulas que propõem o Parto Humanizado. Mas o que vem a ser isso? As praticantes do parto humanizado defendem que ele não deve ser visto como um “tipo de parto” e sim como um processo de retomada da presença e da ação da mulher durante o parto. Ou seja, ele não é definido por ser um parto na água ou de cócoras ou pela presença ativa do marido, mas sim por um novo olhar sobre o parto. Não mais como um inconveniente e sim como uma das etapas do processo natural da vida, que assim como o nascimento, o crescimento e desenvolvimento infantil, a fase adulta, a gravidez e a morte, o parto deve ser vivido de forma plena, é só passando por todos esses sentimentos e emoções que vamos nos desenvolver e amadurecer enquanto seres humanos.

Por isso a proposta do Parto Humanizado é que o parto retorne ao domínio da mulher, como aconteceu naturalmente desde o primeiro humano na terra, e que há uns 50 anos foi dominado pelo campo da medicina que tentou otimizar o parto. O Parto Humanizado não nega a importância de obstetras, mas para as praticantes a função do médico é a de acompanhar o parto e intervir em caso de complicações sérias, mas não tentar aperfeiçoá-lo.

É claro que cabe a cada futura mãe decidir como se sente mais confortável e confiante na hora de parir, elas devem optar pelo parto que querem e não se sentirem pressionadas e estressadas durante esse momento tão importante. O Parto Humanizado surge como uma nova maneira de ver o parto e uma opção para as mamães que queiram estar presentes ativamente durante o nascimento do seu filho.

Mamães, comentem aqui compartilhando a experiência do seu parto! Queremos saber como foi esse momento tão único para você!
um beijo a todas da mamãe aqui e da bonequinha Bia

sábado, 28 de setembro de 2013

Com a mamãe na facul

Pra começar vim lhes contar que a 2 meses, comecei a realizar um sonho antigo, começar a faculdade de enfermagem. Antes e depois da Bia eu fazia pedagogia, e por causas de algumas mudanças não pude terminar. E depois de mais de 1 anos parada resolvi realizar esse sonho.
Pra começar essa nova etapa da mamãe aqui tive que colocar tudo no papel... dividi por tópicos:
  1. mensalidade- financiei pelo FIES (começo a pagar depois de 2 anos que terminei, ou seja daqui a 7anos)
  2. Tempo- todas as noites são dedicadas a faculdade.. esquece passeios de seg a sexta
  3. Bia- Consegui uma pessoa ( Dalila) pra olhar ela quando papai viaja, caso ele estaja aqui, ele cuida
  4. Dinheiro- gasolina e xerox são caros. Voltei a trabalhar a tarde enquanto ela está na escolinha ajudando meu marido.
depois de tudo isso comecei...
Ontem meu marido viajou e essa pessoa que cuida dela  estava doente... O que e faria então??? pensei, só tenho os 2 primeiros horários, vou levar ela comigo... e fui... experiencia ótima, todo mundo babou muito ela... ficou quietinha, quando ela começou a pegar fogo, ja estava no fim da aula... ufaaaaaa...deu certo...


Novo mascotinho

ola amores
vim lhes apresentar o mais novo mascotinho da Bia... O coelhinho pompom...
pensem em um coelho fominha..aja cenoura pra sustentar ele...
Ela reagiu muito bem com a chegada dele, coitadinho sofre na mão dela...
As vezes ele come na mão,faço isso justmente pra ele acostumar com ela (bia)..
um dia ela lá brincando com ele, e ela colocou a mão na frente da boca dele, ele achou que era comida e a mordeu; vcs me perguntam, ela ficou com medo???? claro que nãooooo...kkkk...

e com vcs a boneca e o coelho